Tramas

A essência da magia não pode ser vista ou ouvida. Não existe cheiro ou gosto próprio para a magia. O único sentido que permite aos Nomeadores sentirem a magia é tão pouco natural que sequer tem nome. Para poder expressar as ideias acerca da natureza própria das manifestações místicas, sábios do passado distante optaram pelo uso de metáforas e, dentre estas, aquela que se sagrou como a mais popular foi a metáfora de Tramas.

A trama de um indivíduo é a maneira como os elementos básicos da magia descrevem a essência daquele indivíduo. Para aqueles Nomeadores que conseguem enxergar Tramas, é possível entender mais sobre alguém ao se estudar sua estrutura mágica. Com esse tipo de percepção, é possível saber se alguém está fazendo uso de magia, se está sob efeito de algum feitiço, se é tem sua própria essência imbuída de potencial mágico e se existe apenas na forma de uma essência Astral.

A trama de um indivíduo denuncia suas ligações. Se um Nomeador tem vínculo com outros, com lugares ou mesmo com objetos que são próprios de seu Padrão de Trama, ao se estudar sua Trama, é possível ver os fios que ligam a Trama de uns à Trama de outros.

As Tramas não representam apenas indivíduos, mas também objetos, lugares e, mais importante, ideias. Uma cajado encantado capaz de deflagrar um estrondo como um trovão ensurdecedor ao ser golpeado contra o chão tem uma Trama que descreve não apenas cajado, caminhar e combate, mas também tempestade e trovão. O perigo quando se trata de Tramas é o Desfiamento (ou Deppartening).

Tramas

Shattered Legacies infax01